Grafite revitaliza Colégio Maria Isabel em Macaé

Quem passar na frente do Colégio Municipal Professora Maria Isabel (Centro) poderá apreciar o muro do espaço escolar com a arte do grafite. Trata-se de mais uma edição do Kolirus Internacional de Graffiti, encerrada no domingo (29), data de comemoração dos 205 anos de fundação da vila de Macaé. Além de ser apreciada por motoristas e pedestres, a pintura coletiva, que teve como tema neste ano “Escola da Vida”, também está contagiando cerca de 800 alunos do colégio, que recebeu pintura nos corredores, na quadra poliesportiva e em 20 salas de aula.

Nesta segunda-feira (30), a arte produzida no Kolirus Internacional de Graffiti despertou diversas sensações e sentimento de pertencimento em alunos e profissionais. Andrielen Rodrigues e Esther de Souza, do oitavo ano, elogiaram a programação. “A escola estava pintada, mas agora ganhou cor e vida. Tínhamos visto as imagens pela rede social, mas pessoalmente nos deixaram emocionadas. Eu até acho que uma menina que está no painel é parecida comigo. Estamos muito felizes. Agora vamos cuidar ainda mais da nossa escola”, conta Andrielen, de 14 anos.

Durante três dias, a programação reuniu grandes nomes do cenário regional, nacional e internacional. Outra oportunidade para os alunos foi a interação com os artistas, realizada por meio de apresentações culturais de música e dança como Batalha do Passinho, dança de rua e funk.

Aluna do oitavo ano e participante da apresentação de dança de rua da “Garagem Centro de Artes”, Yasmim Venâncio Tavares assinala a união dos artistas com os estudantes. “Fiquei encantada. A escola é nosso mundo e agora está muito mais bonita. Este é mais um incentivo para cuidar da nossa escola e deixá-la limpa”, destaca.

Considerado o maior evento de arte de rua em toda a regia?o e visto como um movimento de unia?o entre artistas nacionais e internacionais, o projeto tem o objetivo de promover o interca?mbio entre grafiteiros de diversos pai?ses. Satisfeito com o resultado, o artista Muk ressalta que o Kolirus Internacional de Graffiti contribui para a cultura do município desde 2011.

– Este é um presente para cidade e para nós, artistas de todo o país. Esta edição foi marcada pela troca de experiências e informações, além do embelezamento do prédio público. Gostamos bastante, pois a programação não foi apenas para mudar o visual e a decoração do espaço, mas para tratar do cuidado com a escola e o pertencimento. Conseguimos mais uma vez deixar Macaé mais colorida – comenta Muk.

Grafiteiros fazem pintura coletiva

Cerca de 40 grafiteiros foram responsáveis pela pintura coletiva na escola, que segundo o diretor, Roberto Valcácio, marcou o início do segundo semestre e a volta às aulas. “Foi um momento marcante para os estudantes, que estão ainda mais motivados ao desenvolvimento de habilidades artísticas e também para a estrutura do colégio. Os alunos reconheceram o talento dos artistas. Muitos deles pediram até autógrafos. A escola ganhou um novo visual. Estamos felizes. Ganhamos até mesmo a arte com a foto da professora que dá nome à escola. A homenagem produzida pelo artista Acme emocionou pais, servidores e alunos”, frisa.

Projeto resgata história do município

O projeto se destaca como forma de resgatar, enfatizar e refletir, atrave?s da arte, a histo?ria local do munici?pio e as particularidades intri?nsecas a? conjuntura sociocultural, econo?mica, ambiental e turi?stica da cidade, revitalizando espac?os urbanos de grande importa?ncia e de utilizac?a?o pu?blica. De Macaé participaram os artistas Fen, Hera, Mib, Muk, Rota, Talu, Taru e Ted. De Belo Horizonte (MG), Nica. De Caxias do Sul (RS), Flop. Do Rio os grafiteiros foram Acme, Bili, BR, Chico, Duim, Lets, Ment, Pakato e Tarm. São Paulo também marcou presença com Bart, Dek, Dninja, Does, Evol, Leodco, Shock. O evento foi patrocinado pela EDF Norte Fluminense.

Kolirius é realizado em Macaé desde 2011 e, a cada evento, deixa a sua marca em um muro cheio de história e vidas, sempre com apoio da prefeitura e outros parceiros.

Relembre a arte do Kolirius nos muros de Macaé:

2011 – Colégio Estadual Municipalizado Polivalente.

2012 – Muro em frente ao 32º Batalhão da Polícia Militar, à Rua Luiz Fernando de Aguiar, no Bairro Fronteira.

2013 – Colégio Estadual Luiz Reid, na Rua Silva Jardim.

2014 – Colégio Irene Meirelles, no Bairro Imbetiba.

2015 – Em vários muros no Centro da cidade.

2016 – Muro da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (Fafima)/Colégio Luiz Reid.

2017 – Escola Municipal Jacyra Tavares Duval, no Novo Cavaleiros.

Fonte: Prefeitura de Macaé
Jornalista: Joice Trindade
Foto: Equipe Secom

Deixe um comentário