Macaé na rota da superação

Fonte: Prefeitura de Macaé
Foto:
Rui Porto
Jornalista: Equipe Secom

Uma cidade que cresceu impulsionada pelo ritmo pujante da cadeia produtiva de petróleo. Assim é Macaé, que desde 2014, com a acentuação da crise econômica do setor, vem buscando maneiras de reinventar seu desenvolvimento. Somente nos últimos dois anos, foram 28 mil postos de trabalho a menos, o que causou impacto nos serviços públicos: houve aumento na demanda, principalmente nas áreas de saúde e educação. Mas, o cenário começa a dar sinais de superação. Na última semana, o município recebeu a Brasil Offshore, apelidada de “a feira da recuperação” e pode comprovar que Macaé mantém o seu protagonismo na Bacia de Campos e que está preparada para os novos investimentos e a retomada do crescimento.

O assunto foi abordado na matéria “Fornecedor vê no pós-sal saída para crise”, publicada nesta terça-feira (27) pelo jornal Valor Econômico. O veículo destaca a queda da arrecadação dos royalties e a redução da atividade da indústria de óleo e gás na cidade e alguns caminhos para a melhora no setor como investimentos na revitalização de campos maduros na Bacia de Campos. A publicação cita ainda a ida, este mês, do prefeito Dr. Aluizio, a Brasília (DF), a fim de pressionar os investimentos na região responsável por 64% da produção nacional de petróleo.

– A expectativa não poderia ser melhor. O anúncio da Petrobras da instalação de quatro novas plataformas na Bacia de Campos; os leilões previstos para este ano e o novo porto da cidade são alguns dos indicadores de que o potencial da região é enorme e que, com os investimentos certos, teremos novas oportunidades de negócios e a recuperação dos empregos locais – salientou.

Ainda de acordo com o Valor Econômico, a cadeia local de investidores deposita as esperanças de uma recuperação breve, a depender do avanço do programa de parcerias e de investimentos da Petrobras. “A revitalização de campos maduros pode resultar num acréscimo de até 25 milhões de barris de petróleo por dia. A indústria está pronta para voltar a crescer”, destacou Alejandro Duran, presidente da Schlumberger Brasil, durante sua participação na Feira Brasil Offshore, na última semana, em Macaé.

Outra tendência no mercado, que passa por Macaé, é a ampliação de fornecedores menores, que podem gerar negócios, e a diversificação de produtos e serviços com o aumento da cartela de clientes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *