Butecando na Orla: lançamento será Hoje

O Polo Gastronômico Praia dos Cavaleiros promove a segunda edição do Butecando na Orla, com uma festa de lançamento nesta quarta-feira (15), feriado. Haverá samba de roda nos barcos da orla e um estande com comida de boteco. Entre os dias 15 de novembro e 6 de dezembro, os restaurantes comercializam os pratos dentro dos estabelecimentos como parte do cardápio, com preços entre R$15 e R$ 25. O evento está no calendário oficial do município e conta com o apoio da prefeitura.

Já nos dias sete, oito e nove de dezembro, o Butecando na Orla estará nos estandes dos restaurantes na rua. Uma vasta programação cultural é planejada para os três dias, que irá culminar com a premiação da melhor comida de boteco do festival. Os jurados serão chefs renomados.

“O Polo Gastronômico da Praia dos Cavaleiros está na contagem regressiva para encerrar com êxito o ano de 2017. Muitas novidades estão sendo planejadas para a segunda edição do Butecando na Orla. As ofertas de pratos serão bastante variadas e teremos além dos 16 associados do Polo, os botecos da cidade como convidados. Estamos também já pensando no Réveillon 2018”, destaca o presidente Renato Nicoli.

O evento segue o calendário anual do Polo Gastronômico, que começa em março com o Festival da Sardinha Samba e Choro; é seguido em junho pelo Beer Beach Burger, de hambúrgueres, rock e cervejas artesanais; depois em agosto acontece o maior deles, o Festival Gastronômico. Em outubro, é a vez do evento Camarão e Sabores do Mar e em dezembro, o Butecando.

O Polo é formado por 16 restaurantes: Bem Natural, Devassa, Durval Gastronomia, Estação da Praia, Ilhote Sul, Kebab Store, Luigi Ristorante, Parada do Chopp, Picanha do Zé, Seu Adonias Botequim, Lancheria, Guria Café e Brigaderia, XurrasClube, Boteco do Bigode, Le Blanc e Frutos de Goiás.

Renato Nicoli explica que todas as culturas têm seus ícones que expressam alguns dos valores das suas respectivas sociedades: o bistrô francês, o pub inglês, as cantinas italianas, os izakayas japoneses, os bodegones argentinos. “O boteco é um ícone da cultura brasileira, por ser o cenário de integração das semelhanças e diferenças culinárias, sociais e artísticas, tendo valores muito relevantes ao brasileiro no seu DNA: a democracia, a miscigenação, a alegria, a proximidade”, definiu.

Fonte: Prefeitura de Macaé
Jornalista: Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *