Anemia em cães

Fonte: blupet.com.br
Por: Filipi S. A

Você já ouviu falar na palavra anemia? Provavelmente sim, pois algumas crianças e adolescentes às vezes acabam tendo esse problema devido a uma doença ou alimentação inadequada. Os pets também podem sofrer desse problema e as causas são as mais variadas.

Mas afinal, o que é a famosa anemia? O sangue tem os chamados glóbulos vermelhos, quando por algum motivo eles estão em número inferior ao normal, o pet ou a pessoa fica anêmica, ou seja, anemia é a diminuição dos glóbulos vermelhos no sangue.

Você provavelmente está se perguntando: “qual a função desses glóbulos vermelhos? Para que eles existem?” Eles participam ativamente das trocas gasosas do organismo, dentre outras funções. São produzidos na medula e para serem “fabricados” pelo organismo, precisam de diversas substâncias como minerais, ferro e vitaminas. Essas substâncias são ingeridas através de uma alimentação balanceada. Se o pet não for nutrido corretamente, elas poderão estar em falta e consequentemente levarão o bicho a ficar anêmico.

Porém, não é só causa nutricional que faz o pet adoecer. Há diversos fatores e inúmeras doenças que podem ter como um dos sinais clínicos a anemia. A desnutrição ou alimentação errada é apenas uma delas. Para evitar esse problema o proprietário precisa dar uma ração de qualidade para o animal, balanceada e de acordo com a idade dele. Caso tenha alguma dúvida, converse com o médico veterinário do seu bichinho.

Há também casos em que o animal sofre um trauma e acaba tendo hemorragia interna ou externa e perde muito sangue ou tem um tumor grande que leva a uma hemorragia e como consequência o pet fica anêmico. Esses casos são muito graves e, a maioria das vezes, o animal precisa de transfusão de sangue ou até procedimento cirúrgico para estancar a hemorragia. Depois disso, uma alimentação especial, suplementos vitamínicos entre outros.

Há também casos graves de infecções parasitárias, tanto causadas por parasitas internos quanto pelos externos como pulgas e carrapatos. Quando o tutor não vermífuga o animal corretamente ou não faz controle dos ectoparasitas, ele podem ter um quadro grave de anemia e até morrer! Por isso, é muito importante que a vermifugação seja feita corretamente, usando a dose indica pelo médico veterinário e fazendo as repetições necessárias.

Por fim, há também doenças que conseguem destruir essas células vermelhas.  Esse é o caso da babesiose, causada pelo protozoário “babesia”, que é transmitido pelo carrapato. Dessa mesma maneira atua a erliquiose, que é causada pela “erliquia”, presente em ectoparasitas e transmitidas ao cão. O animal começa a ficar apático, triste, sem fome, para de brincar e evita esforço. Esses sinais são os da doença, devido a fraqueza causada pela anemia. O tratamento não é simples e precisa ser iniciado o quanto antes. Muitos não sobrevivem e morrem. Quanto mais rápido o médico veterinário for procurado, maiores as chances de cura.

Para diagnosticar, o médico veterinário fará um exame completo no bichinho e examinará as mucosas da boca e olho, que ficam alteradas de cor quando o pet está anêmico. Depois disso, ele precisará descobrir o porquê dessa anemia e nesse caso poderá pedir exames de sangue e outros que se façam necessários.

Qualquer alteração de comportamento notada no cão é motivo para você correr com ele para o médico veterinário! Fique atento!

Fonte: blupet.com.br
Por: Filipi S. A

Um comentário em “Anemia em cães

  • 01/11/2017 em 17:27
    Permalink

    Eu ainda não havia pensado na possibilidade de anemia nos bichinhos de estimação. Afinal é difícil de identificar uma vez que a pele deles é coberta de pelos. Obrigado por nos despertar para isso.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *