Dia Mundial do Labirinto – Espaço Holístico do Beija – Flor – Macaé-RJ

 

Retorno a Lei da Unidade

Marise dos Santos Gonçalves CRT 42723

Pós-graduada em Psicopedagogia, pós-graduada em Arteterapia, filiada ao SINTE – Sindicato dos Terapeutas, cursos livres: Psicoterapia Reencarnacionista e Regressão Terapêutica, Psicologia Transpessoal, Psicoterapia Holística e Radiestesia.

 

“Non nobis, Domine, non nobis, sed Nomini Tuo da Gloriam.”

“Não por nós, Senhor, não por nós, mas pela Glória do Teu Nome.”

Divisa dos Cavaleiros da Ordem do Templo

 

 

Desde 2004, que a palavra Labirinto surge para mim como fonte de inspiração e, atualmente, eu, como Terapeuta Holística, tenho o projeto Labirinto – Caminho de Poder, como um instrumento para possibilitar autoconhecimento e ampliação da consciência que podem gerar mudanças comportamentais. Este despertar pode ser amplificado e atingir toda a sociedade, seguindo a Lei da Unidade.

Segundo a teoria chamada de “Efeito Maharishi” ou “Massa Crítica”, há influência da prática meditativa sobre o ambiente social em torno dos que meditam e, segundo a “Escala Hawkins de Consciência” uma pessoa imediatamente impacta 100 pessoas ao seu redor, sendo assim, nosso maior serviço à humanidade é o desenvolvimento de nossa própria consciência a fim de que possamos tomar decisões diferentes das reações automáticas regidas pelas emoções.

Segundo Antonio Damásio, a consciência é algo que está ao serviço da nossa sobrevivência e que deriva do corpo, numa cascata de eventos que nasce das emoções. A maior frase do seu famoso livro “O Erro de Descartes” é: “toda e qualquer expressão racional está baseada em emoções”. Ele diz que é possível recondicionar os sentimentos a fim de que sejam adotados novos comportamentos, mas o ser humano tem autonomia para aceitar ou não esta mudança. Para recondicionar os sentimentos é necessário inculcar valores e formas de raciocínio através da repetição e é necessário que as emoções se tornem mais positivas para que possamos ter decisões mais humanizadas.

Podemos conseguir que as emoções se tornem mais positivas através da meditação regular, modificando voluntariamente os nossos padrões de percepção, pensamento e comportamento, mudando intencionalmente o caráter, que hoje se sabe ser muito menos condicionado pela genética do que se pensava.

Segundo a Dra. Barbara Fredrickson, a meditação permite modificar o DNA e influenciar na saúde humana e nas relações sociais. O Dr. Richard Davidson, afirma que gentileza e ternura podem ser treinadas em qualquer idade e que a base para um cérebro saudável é a bondade, que pode ser treinada em um ambiente científico. Por isto, a meditação está se tornando uma prática adotada por diversas instituições fundamentais para a convivência humana.

Surge então a ideia do labirinto como uma técnica de meditação ativa, ou seja, uma técnica na qual a pessoa não precisa ficar parada. Lauren Artress vem usando o labirinto como um instrumento terapêutico desde 1990 e fundou uma organização para disseminar a prática. O neurologista Herbert Benson, ligado à Universidade de Harvard, afirma que caminhar no labirinto pode proporcionar uma ruptura no fluxo de pensamentos e uma sensação de relaxamento parecida com a da meditação. O Dr. Afonso Carlos Neves, Mestre, Doutorado e Pós-Doutorado em Neurologia, foi introdutor da prática “Meditação Caminhando no Labirinto”, em 2001, com o objetivo de reduzir o estresse, exercitar relaxamento interior, melhorar a atenção e a concentração dos pacientes, acompanhantes e profissionais do Hospital Geral Pirajussara em Taboão da Serra, São Paulo.

Em resumo, a ideia que surgiu para mim como uma intuição em 2004, foi sendo ampliada tanto em suas denominações quanto em suas aplicações e foi obtendo dados científicos que comprovam a sua eficácia, então o que eu, como terapeuta holística proponho através da prática “Labirinto – Caminho de Poder” é que os clientes que me procurem consigam ter:

1 – uma visão mais ampliada de si mesmos e, como consequência, da importância da autoconsciência na tomada de decisões diárias;

2 – uma visão mais ampliada da realidade na qual estão inseridos e, como consequência, da influência e alcance da sua existência na sociedade onde vivem e, finalmente,

3 – uma visão mais ampliada do seu caminho pessoal e, como consequência, uma ampliação da qualidade de vida.

Desta forma, o Espaço Holístico do Beija-flor, onde eu estarei realizando as atividades terapêuticas relacionadas ao labirinto, assumirá sua função de tornar-se um espaço onde a Sabedoria Ancestral reanime a Lei da Unidade que existe em todas as formas de vida e que comprova a harmonia da Criação.

 

Bibliografia consultada

Yogi, Maharishi Mahesh. Ciência do Ser e Arte de Viver – Meditação Transcendental. São Paulo: Best Seller, 1989

 

Referências eletrônicas

https://www.mum.edu/about-mum/history

https://cidapereira01.wordpress.com/tag/a-massa-critica/

www.revistaplaneta.com.br/meditacao-no-combate-a-violencia

http://www.evolucaohumana.com.br/2015/04/02/david-r-hawkins-uma-vida-dedicada-a-entender-e-mapear-as-transformacoes-causadas-pela-espiritualidade/

https://portal2013br.wordpress.com/2016/09/01/como-saber-se-a-energia-e-a-cura-sao-reais/

www.artedeamadurecer.com.br/a-escala-hawkins-da-consciencia

https://www.nowmaste.com.br/neurocientista-da-harvard-meditacao-nao-apenas-reduz-estresse-ela-muda-o-seu-cerebro/

https://www.publico.pt/2010/03/06/jornal/a-neurobiologia-das-emocoes–veio-para-ficar-18901465

https://amenteemaravilhosa.com.br/antonio-damasio/

https://www.fronteiras.com/entrevistas/antonio-damasio-o-homem-esta-evoluindo-para-conciliar-a-emocao-e-a-razao

http://circuloentreser.org/blog/item/a-meditacao-ou-atencao-plena

http://tibethouse.org.br/a-base-de-um-cerebro-saudavel-e-a-bondade-e-pode-se-treinar-isso/

http://www.sukha.net.br/estudo-revela-que-a-expressao-genetica-muda-com-a-meditacao/

http://agenciabula.com.br/index.php/2016/07/15/para-relaxar-experimente-a-terapia-do-labirinto/

http://www.fau.usp.br/depprojeto/gdpa/paisagens/artigos/2005SilviaV-labirintos.pdf

by Virgínia Gazone – 245 fotos

« 1 de 5 »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *